Baixar Quarta Cadeira (Ao Vivo) - Matheus e Kauan, Jorge e Mateus

Matheus e Kauan, Jorge e Mateus - Quarta Cadeira (Ao Vivo)

Informações da Música Quarta Cadeira (Ao Vivo)

Artista: Matheus e Kauan, Jorge e Mateus
Gênero: Sertanejo
Lançamento: 2019
Tamanho: 3.5 MB

Baixar a Música Quarta Cadeira (Ao Vivo) - Matheus e Kauan, Jorge e Mateus

Download

Matheus e Kauan, Jorge e Mateus - Quarta Cadeira (Ao Vivo)

‘Tá viciando outra boca, como fez com a minha
Esse frio na barriga já me pertenceu
Ele só tá te amando desse jeito
Porque ainda não te conheceu direito
Mas o fim dessa história é sempre o mesmo
Ela vai dar sorrisos durante o beijo
Você vai gostar
Vai planejar uma vida deitada em seu peito
‘Cê vai acreditar
Vai te amarrar de um jeito
Vai usar o mesmo beijo que usou pra te ganhar
Pra se despedir sem se explicar
‘Tô numa mesa com quatro cadeiras
Aqui já tem três enganados por ela
Bebendo, esperando a rasteira que ‘cê vai levar dela
Fica tranquilo, que a quarta cadeira te espera
‘Tô numa mesa com quatro cadeiras
Aqui já tem três enganados por ela
Bebendo, esperando a rasteira que ‘cê vai levar dela
Fica tranquilo, que a quarta cadeira te espera
Não adianta se iludir
Seu copo já ‘tá cheio aqui pra te acudir
Só o copo que aguenta
Jorge & mateus ajuda a gente pagar essa conta
Pode deixar Matheuzinho, essa conta é muito alta
‘Tá viciando outra boca, como fez com a minha
Esse frio na barriga já me pertenceu
Ele só ‘tá te amando desse jeito
Porque ainda não te conheceu direito
Mas o fim dessa história é sempre o mesmo
Ela vai dar sorrisos durante o beijo
Você vai gostar
Vai planejar a vida deitada em seu peito
‘Cê vai acreditar
Vai te amarrar de um jeito
Vai usar o mesmo beijo que usou pra te ganhar
Pra se despedir sem se explicar
‘Tô numa mesa com quatro cadeiras
Aqui já tem três enganados por ela
Bebendo, esperando a rasteira que você vai levar dela
Fica tranquilo, que a quarta cadeira te espera
Eu ‘tô numa mesa com quatro cadeiras
Aqui já tem três enganados por ela
Bebendo, esperando a rasteira que você vai levar dela
Fica tranquilo, que a quarta cadeira te espera
Não adianta se iludir
Seu copo já ‘tá cheio aqui pra te acudir
Não, não, não, não não, não adianta se iludir
Seu copo já ‘tá cheio aqui pra te acudir
Pra te acudir, pra te acudir